quarta-feira, 6 de março de 2013

CHORÃO - LUTO

Romântico. Vagabundo. Compositor. Louco. Guerreiro. Sincero. Positivo. Poeta.
Nome? Não faço idéia.  Hoje todo mundo sabe...  Alexandre Magno Abrão.
Data da morte: Hoje. 

Vamos viver. Vadiar. O que importa é nossa alegria.

Trechos de amor. Vida. Luta.
A música que a nossa geração viveu, cantou e cresceu cantando.
O rap de sua vida ensinou alguns, muitos criticaram, mas TODOS cantaram.

Aquela paz a você ChorãoCBJ



A quem ele inspirou tudo isso?

Sempre quis falar nunca tive chance. Tudo que eu queria estava fora do meu alcance, sim já, já faz um tempo mas eu gosto de lembrar, cada um, cada um, cada lugar um lugar...

Tudo que foi feito em troca de uma amizade, mas felicidade é poder estar com quem você gosta em algum lugar. É foda ser taxado de doido, vagabundo mas, Como tudo deve ser?
Foi quando te encontrei, ouvindo um som e olhando o mar.

Eu me sinto a vontade, por partilhamos noites, ruas e sonhos, como se fossemos iguais! Pois me faz tocar o céu, ver você sorrir. Vem lua. Vem dançar pra mim!

Tão natural, quando a luz do dia. mas que preguiça boa, me deixa aqui a toa, hoje ninguém vai estragar meu dia. só vou gastar energia pra beijar a sua boca. Fica comigo então, não me abandona não. Alguém te perguntou como foi seu dia?
Eu só queria te lembrar... Que aquele tempo eu não podia fazer mais por nós, eu estava errado e você não tem que me perdoar...

A gente passa entender a vida, quando encontra o verdadeiro amor, cada escolha, uma renúncia. Isso é a vida. Estou lutando pra me recompor. De qualquer jeito o seu sorriso vai ser meu raio de sol.
Deixa eu te beijar até você sentir vontade de tirar roupa...
Deixa eu te mostrar que a vida pode ser melhor mesmo sendo tão louca.

3 comentários:

Anônimo disse...

faça o que eu digo, não faça o que eu faço?

clichê, mas não encaixa no seu perfil da sua morte?

I disse...

hahahaha. Ótimo.

Não. Não se encaixa at all.

digoO disse...

Segundo Moraes (2013) há fatos que comprovem o tal clichê!
Heheh² =T