domingo, 21 de fevereiro de 2010

Stupid Girl



Faz alguns dias que tenho adiado esse assunto... Antes de escrever tenho tentado comprovar algumas teorias, então assisti alguns filmes, reparei em alguns programas, até mesmo no dia dia, o comportamento das mulheres, garotas, colegas...
o assunto é... "What the hell is she thinking?" And WHY?!
Vi esse videoclip (2006) novamente há um mês atrás, e reparei que algumas garotas resolvem tomar um caminho diferente que outras... Preferem certas coisas. É tudo questão de gosto, (ou criação).
É um pouco exagerado o video... Pink sempre têm um jeito 'exagerado' de mostrar as coisas, sua visão neste vídeo, ataca a cultura pop, satirizando o estilo de vida que foca a auto-imagem como fator preponderante.´
Ela gosta de valorizar a rebeldia, como na antiga canção "Don't let me get me", onde ela se odeia por ser diferente, ou em "Most Girls", que fala sobre a maioria das garotas que querem um homem com grana.
O vídeo, começa com uma garotinha, assistindo programas de televisão, uma aula de Etiqueta, basicamente ensinando a 'mulher perfeita' (ou seja), ser dona de casa.


Pink - Stupid Girl
Enviado por MovieFanQS. - Novelas, pegadinhas e comedias em video

Eu gostei do vídeo, porque mostra como a cultura faz as pessoas quererem as coisas...
AS garotas querem se moldar, para serem vistas.
Ninguém precisa de padrões que foram feitos por um bando de hormônios masculinos.
Se você não é vista pelo garoto 'mais lindo do mundo', não quer dizer que você não seja bonita. Só porque não usa saltos, vestidos, maquiagem...
Acho que ser diferente naturalmente é uma coisa atrativa. Mais do que ser igual.
Sumir na multidão não é legal. Se destacar não é fácil.
E desde pequen(a), você se destaca, por brincar de carrinho, de bola.

Na criação da criança, os pais já educam seus filhos conforme os padrões culturais e sociais pré-estabelecidos. Meninas usam rosa, meninos usam azul. Meninas brincam de boneca e panelas, e meninos brincam de carrinho e com bolas.
Eu não estou querendo ser sexista no meu post... Na verdade tudo bem essa coisa de influenciar suas filhas, irmãs, sobrinhas, netas a usarem rosa, brincarem de boneca (aprendendo a ser mãe), brincar com panelinhas, fogão da barbie (funções que as garotas vão desempenhar quando adultas). Usar maquiagem, pintar as unhas, depilar...
Não há nada de errado nisso, eu mesma, se tiver uma filha, algumas dessas coisinhas não poderei negar...
Mas... quem esta influenciando a mulher a procurar um marido, cuidar dos filhos, cozinhar e limpar a casa?
As meninas supostamente não podem tocar instrumentos musicais como os homens, não podem dirigir carrões e motocicletas como os homens, jogar bola... entender de computadores, cavalgar? Lutar...
E as que fazem? E as que não gostam de brincar de 'casinha'?
Essas vão crescer melhor... Aposto. Mesmo sofrendo algum tipo de discriminação.

Um exemplo, foi em um show de talentos infantil. Uma garota de apenas 14 anos, apresentou se formidavelmente em sua bateria. Depois de se apresentar, foi falar com os apresentadores... quando uma apresentadora fez o seguinte comentário: "Mas isto [tocar bateria] não é para meninas!".
A guria, inteligente, calma, lhe respondeu perguntando, porque não é para meninas?
Pelo jeito, para a senhora, garotas devem fazer bordado, tocar piano.
As pessoas nestes programas deviam apoiar o fim de certos preconceitos e falhas de mentalidade da sociedade. (Aff), esse povo enche a boca para falar da igualdade de direitos e do fim do preconceito e da discriminação, mas quando é hora de darem o exemplo, falham sempre.

Não generalizo todos os aspectos... Se a personalidade não for forte, a influência a ser superficial prevalece.
Há um filme que fala sobre isso, o nome original é "WILD CHILD", aqui foi traduzido como "GAROTA MIMADA". Trata-se de uma garota típica da califórnia, superficial, vazia e mimada, que é obrigada a estudar em um internato para garotas na inglaterra. Lá ela descobre, que ela é muito mais do que uma "Malibu girl".
Depois que entra para o time de Lacrosse, descobre sua verdadeira essência.



Bom... posso ficar o dia inteiro escrevendo aqui, mas tenho coisas pra fazer!

Um comentário:

Philipe disse...

Perfeito o post Gua, adorei!!!!